Login do usuário

Aramis
Conteúdo sindicalizado RSS Gebran Sabbag

Gebran Sabbag

As dicas para candidatos segundo Marisa

Como era previsível, o período pré-eleitoral estimula edições de manuais, ensaios e mesmo teses relacionadas à comunicação, opinião pública, técnicas de marketing eleitoral etc. a bibliografia, em português com títulos traduzidos mas, especialmente obras de autores brasileiros - evidencialmente melhores conhecedores de nossa realidade - amplia-se através de produções de editores ou mesmo trabalhos independentes.

Melhor música vai ancorar no Pier 35

Depois de um janeiro negro em termos de música na noite e passado e esvaziado mês de fevereiro, uma salutar reação, valorizando os bons instrumentistas começa a acontecer. Março inicia com a abertura de dois novos espaços musicais - Pier 35 e Sons- que se acrescentará ao já consolidado Café Aluanda (Rua Mateus Leme).

Noite Vazia (I) - Requiem para Habeas Coppus, onde o jazz e a MPB calaram

Às 3h50 da madrugada de domingo, 26, quando o empresário Sérgio Bittencourt Martins, cerrou as portas do Habeas Coppus (Rua Dr. Murici, 947) os últimos funcionários abraçaram-se emotivamente e seguiram tristonhos para suas casas. Era a última vez que deixavam o local, fechado por decisão de seu proprietário, após três anos e dois meses em que foi um dos endereços musicais de lazer noturno curitibano.

Blue Note colore sonoramente as nossas noites jazzísticas

Fundado há 3 anos (junho de 1987) o Blue Note Jazz Clube andou meio capengando nos últimos tempos, mas agora, com um novo presidente, o colecionador Caetano Cerqueira Rodrigues, 54 anos, dono do maior acervo em CD em jazz no Paraná (e entre as maiores do País) - e para cuja concretização aplicou alguns milhares de dólares de sua grande fortuna - novos tempos deverão marcar a entidade.

No campo de batalha

Sem comemorações, o jornalista Fernando Fanucchi completou 30 anos de atividades radiofônicas em 1987. Criador do personagem "Coroné Juvêncio" (que em 1968, por exigência da 5ª Região, teve que ser rebaixado a "Nhô Juvêncio"), Fanucchi, hoje redator-chefe do "Jornal do Estado", começou apresentando seu programa na Rádio Cultura do Paraná, em Ponta Grossa, onde nasceu há 55 anos. xxx

Reencontro do "ludus"

Graças à sensibilidade, simpatia e amizade de Osny Bermudes, ex-homem de tv, hoje na assessoria de relações públicas da Telepar, um acontecimento tão emocionante quanto musicalmente histórico, aconteceu na noite de sábado, no amplo apartamento do professor e advogado Aristides Severo Athayde. Pela primeira vez, em 11 anos, o Ludus Tercius se reencontrou instrumentalmente: Gebran Sabbag no piano, Norton Morozowicz no baixo acústico e flauta e Guarany na bateria.

Jazz na fria noite

Daquela Curitiba, quando o então jovem Luis Elogio Zilli e seus amigos saíam pelas pacatas ruas, com um caminhão transportando até um piano de cauda par animar o chamado "jazz" que era apresentado em românticas serenatas, não restam sequer fotos. E o jazz que se apresentava ficava apenas no nome, pois a música que no início do século havia subido pelo Mississipi, de Nova Orleans par o mundo, ainda não tinha também chegado, sonoramente ao Brasil. Entretanto, a palavra jazz já se fazia ouvir - forte e carismática, como hoje é explorada até no marketing dos cursos de dança.

Música e informação para 500 mil pessoas

Gebran Sabbag está exibindo seu mais dentifrício sorriso. Além de ter voltado a atuar na noite, encantando o seu público com improvisações e harmonias ao piano, o bom turco acaba de ver implantado um velho sonho: o sistema de música e notícias nos terminais de transporte coletivo da cidade.

Um homem, Uma mulher

GEBRAN, OS TECLADOS - Se conseguisse dedicar-se apenas a sua oficina eletrônica ele seria um homem quase rico. Ao menos, dono de uma empresa que poderia concorrer até na fabricação de aparelhos de som. Afinal, poucos conhecem tão bem os segredos da eletrônica. Se tivesse dedicado-se apenas ao teclado, poderia estar no mesmo nível de tecladistas como Cesar Camargo Mariano ou Luisinho Eça. Afinal, seus dedos nas brancas teclas produzem sons que vem do coração.

No campo de batalha

Os pianistas da cidade estão preocupados: o melhor afinador, Nelson Maestri, 61 anos, decidiu deixar esta profissão para se dedicar a uma indústria de confecões aberta por uma de suas filhas. Um dos inconsoláveis pela decisão de Maestri é o pianista Gebran Sabbag, que é também entusiasta pela qualidade dos pianos, que, artesanalmente, Maestri vinha fabricando há anos. xxx Aliás, Curitiba já teve muitos e bons fabricantes de piano, que pouco a pouco, foram abandonando esta área: Otto Halben, Luis Renenr, Schneider, etc. xxx
© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br