Login do usuário

Aramis

Livro de Visitas

Utilize este espaço para dar a sua opinião sobre o nosso projeto e sobre este site. Caso queira falar sobre algum tema específico abordado nos textos publicados, sugerimos que escreva seu comentário no próprio artigo, assim mais pessoas poderão trocar idéias e informações a respeito. Obrigado pela sua visita, ela é fundamental para a continuidade do nosso trabalho !

Adicionar mensagem no Livro de Visitas

CAPTCHA
Esta questão é para verificar se você é um humano e para prevenir dos spams automáticos.
Image CAPTCHA
Digite os caracteres que aparecem na imagem.
edson daves wrencher

Muito bom conhecer seu trabalho e obra, conheci procurando "Chocolate " o homem carnavalesco . Gostaria de relatos , passagens , vida , enfim conhecer esta figura que passando nunca saiu de avenida . Sucesso na sua caminhada .
Agradeço antecipadamente .

mario finard

Parabéns pelo trabalho realizado, mas sinto informar que para um crítico tão bem conceituado, os comentários sobre música pop no artigo "um novo pacote: agora é de rock", publicado em 15 de junho de 1986, são de uma desinformação ímpar.
Começando pelo erros ao comentar sobre o álbum CUT THE CRAP do The Clash, onde o crítico diz que o dito disco é o último sob a antiga formação, sendo que o correto seria o contrário... é o primeiro com a nova formação; a banda The Clash começou em 1976 e não em 1983 como é dito; SANDINISTA é um álbum triplo e não duplo e pra terminar o disco que catapultou o The Clash ao estrelato foi LONDON CALLING (esse sim duplo) e não COMBAT ROCK (esse sim o último com a formação original.
Os comentários estão errados também no caso das outras bandas, mas o pior de tudo é comentar que o Big Audio Dynamite é uma "violenta banda da linha metaleira"!!!!! Por favor, qualquer um que escutar uma música do BAD vai entender que o som deles está mais para o pop rock com influências do rap e do funk...

Luísa Cristina dos Santos Fontes

Parabenizo toda a equipe que organizou este belíssimo material. Imagino o trabalho exaustivo, no entanto, acredito na grandeza dos promotores ao disponibilizar acervo tão rico. Para mim, no momento, tem sido extremamente valoroso já que pesquiso sobre a obra da querida Helena Kolody, tema de muitos artigos do saudoso Millarch. Muito obrigada! O acervo, o site e os artigos utilizados serão citados em minha rese de Doutorado.

Dhario Savanne Taleires

Grande Projeto...!!

Nilza de Souza

Fiquei emocionada hoje ao acessar sua pagina e ver a entrevista de Fritz Basfelld, trabalhei com ele durante alguns na Tv Paranaense Canal 12 quando ainda era na Emiliano Perneta, saudades daqueles tempos e de muito mais ainda.
Homem inteligente, culto, atencioso, carinhoso com todos.
Saudades de vc Fritz.

Alceu Maia

Parabéns à equipe! Isso, sim, é a verdadeira preservação da nossa cultura musical. Hoje, do alto de minhas cinquenta e seis primaveras, emocionei-me ao ouvir minha voz - então de um jovem de vinte e quatro anos- na entrevista com esse respeitadíssimo Jornalista (com caixa alta, sim). Já estou recomendando este sítio a meus amigos para que eles, assim como eu, façam uma viagem no tempo (e que bons tempos!...). Creio que deveria ser indicado para nossas faculdades de música e de jornalismo.
Parabéns de novo e sempre!
Alceu Maia
(músico, compositor, produtor, arranjador, enfim , mais um operário da nossa música) .

José Ruben de Alcântara Bonfim

Ao procurar informação sobre a historiografia médica de Jamil Almansur Haddad, tive encantamento de conhecer o Acervo Aramis Millarch que passarei a divulgar e consultar. Gostaria de ter a ficha técnica completa, se possível, da entrevista que ouvi atentamente; as perguntas estão, na maior parte, inaudíveis. A entrevista não está digitalizada, mas se ela for enviada para mim em CD, farei a transcrição e o retorno. Ouvi que foi feita em Curitiba, em 1985, mas não versou sobre a atividade dele como escritor de temas médicos que é meu interesse, e sim seu ofício de poeta, para mim um dos maiores do país . Se os entrevistadores puderem ser identificados, gostaria de ter seus e-mails e telefones.
Sou médico sanitarista desde 1973 e ora atuo, há 12 anos , no:

Instituto de Saúde
Rua Santo Antônio, 590 2° andar Bela Vista
01314-000 São Paulo- SP

tel 11- 8398 4783

marcio

muito bom, adorei a entrevista com P. Leminski e D. Stoklos.
abraço ao realizadores deste projeto

jose maria correia

fico muito feliz por ter visitado este extraordinário legado de meu inesquecível amigo Armis Millarch um dos maiores jornalistas do Paraná e seu maior cronista na imprensa.
José Maria Correia

kusum verônica toledo

Muito massa a iniciativa. Toda a 'ajuda memória' para refrescar ou apresentar realizaçoes apaixonadas e competentes são mais que benvindas para regar e fazer (re)brotar nossas raízes. Gradecida.

Cassiana Licia de Lacerda Carollo

Prezados Marilene e Francisco:
Infelizmente não me foi possível ir ao lançamento dos CDs e do livro na Universidade Positivo para poder cumprimentá-los pessoalmente. Felizes também estão os amigos de Aramis ao constatar a realização de um projeto tão grandioso para nossa cultura. Aramis é testemunha de um dos momentos mais ricos de nossa história cultural e, como tal, atuou de forma brilhante. Um acervo como o de Aramis merece ser conhecido: é o esforço de toda uma vida, agora contribuindo para a permanente reflexão e conhecimento. Aramis era um incansável sonhador e realizador de sonhos. Dando acesso à sua vasta e profunda produção vocês estão fazendo uma contribuição inestimável. Já reli anguns artigos e novamente constatei a perspicácia do homem de cultura e do jornalista que não se furtou em batalhar pelo que acreditou. Contem comigo para colaborar na continuidade do projeto.
Grande abraço !
Cassiana Lacerda Carollo

José Roberto Vaicenkovas

Sensacional esse resgate, uma coisa impressionante esse acervo. Parabéns para quem trabalhou em cima desse projeto. Adoraria saber a data de algumas dessas entrevistas, mas aí já é querer demais. Bravo! Parabéns!

Cirlene Perroud de Melo

Poucas são minhas palavras, mas grande é o meu agradecimento pelo reconhecimento de pessoas dedicadas a preservar a estórias de brasileiros honrados como Aramis Millarch.

mauro junior

adorei ter encontrado voces.

Ledson Chagas

Muito boa iniciativa, arquivo fantástico!

adriana cardoso

Boa Noite! Fiquei muito feliz e surpresa ao ler um artigo publicado aqui. Há tempos venho procurando arquivos na net com notícias sobre o Regional do Zequinha e o que encontrava, era falando sobre um dos componente que 'nasceu' no Regional, Geraldo Vargas.
Sou a filha caçula do Maestro Zequinha (José Cardoso) e gostei muito de ver a sua trajetória publicada aqui. Agradeço de coração por este espaço dedicado ao meu grande ídolo e inspirador.
Abraços carinhosos
Adriana Cardoso

Luiz Caron

Fonte eterna de consulta para a inteligência curitibana.

Ricardo

Gostei do site :)

jorge luiz de souza

caro senhor sou filho de um velho conhecido seu o senhor jorge de souza fundador do cine clube anibal requião e dono do cine morgenau , é com muito pesar que informo que seu jorge faleceu no dia 30 de setembro de 2009 gostaria que se possivel editasse uma materia sobre ele pois perdemos um dos maiores cinéfolos deste pais um amante da setima arte

jorge araujo danras

Parabens pela iniciativa!

© 1996-2016. tabloide digital - 35 anos de jornalismo sob a ótica de Aramis Millarch - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Altermedia.com.br